Tão distante







Lá longe, muito longe, bem longe
ouve-se o cantar dos vivos
cântico versado naturalmente
cântico harmonioso certamente

Lá longe, muito longe, bem longe
há pássaros e outros bichos
um vento sereno e um calmo rio

Lá longe, muito longe, bem longe
as folhas dançam nos galhos verdes
em que se escondem outras espécies.


Lá longe


                 muito longe

                                     bem longe




                                                           há vida



                                                                                 há luz.



Há a verde esperança
de asas grandes,
em forma de leque,
espanando devagarinho,
toda a tristeza que há por aqui.



Paulo Francisco

névoa








De repente
             nada se vê
                         numa tarde
                                      pardacenta
                                                    Teresopolitana

De repente
           a fumaça engolfa
                               a tarde fria
                                             escondendo o verde
                                                                    vestindo as montanhas
                                                                                           cortinando de fumaça
                                                                                                a cidade serrana

De repente
             o ruço vai embora
                                   deixando na paisagem
                                                                lágrimas de saudade.



Paulo
     Francisco

encontro




Teus olhos negros
invadem
e
acanham
os castanhos meus.


Paulo Francisco


Dois Olhos Negros by Lenine on Grooveshark

manhã sem manha

Manhã
 sem beijos estalados
sem abraços apertados
sem pedidos inesperados
sem a certeza do dia.

Manhã
abandonada
invernada
acinzentada
sem melodia.

Manhã
sem manha
sem assanha
Estranha! vazio nas entranhas
sem cor.

Manhã
sem beijinhos molhados
com gosto de hortelã
sem abraços apertados
grudadinhos como os de uma rã.

Manhã
chata
sem graça
apagada
ressacada
perdida na dor.

Que chato acordar sozinho
sem um carinho
de um amor apressadinho
- Temos que trabalhar!


Paulo Francisco





DOIS by Evandro Marinho on Grooveshark

queixume



Deixei a janela com uma pequena fresta
- é para sentir  o ventinho gelado invadindo.
Enquanto chove e faz frio lá fora
aqui, trancado neste espaço cinza,
 aqueço minha pele e os meus olhos
 com o amarelo e o vermelho do fogo.
Lá fora o céu chora e molha um jardim sem flores.
Aqui dentro, o choro é outro.



Paulo Francisco


Queixume (Original) by Tom And Joyce on Grooveshark

do corcovado ao dedo de Deus




Hoje tem música boa
tem Bossa
não tão Nova
mas que ainda roça
na garganta da gente.
Hoje tem música boa
na feira
na praça
do Alto
no fim da tarde
depois de um céu azul.
Hoje tem arte
que arde
na alma da gente.
Hoje tem música boa
tem Menescal e Wanda Sá.

Paulo Francisco
Bossa Entre Amigos by Wanda de Sa, Roberto Menescal e Marcos Valle on Grooveshark

sensata lua

Sensata 57/Irene Freitas


De sua janela
a moça fotografa
a lua
- pedaço dela.
A moça registra
a lua 
alaranjada
crescente
sensata
num
 céu negro
na cor.

Paulo Francisco

Varrendo a lua by Roberta Campos on Grooveshark